Brazil More Violent than South Africa in Organizing World Cup

By Gemma Mcdonald | May 16th, 2014 No Comments

I was recently interviewed by BBC Brasil‘s João Fellet and asked to compare the hosting of the 2010 World Cup in South Africa with the preparations for the 2014 World Cup in Brazil. Below is the Portuguese text of what transpired [translate] and a link to read the full article.

15 May 2014

BBC Brasil – Quatro anos depois da Copa de 2010, o que ficou do torneio para os sul-africanos?

Gemma Mcdonald – Há um tipo de nostalgia por aquele período, por aquela sensação de unidade, solidariedade, de estar no centro do mundo. Os estrangeiros que foram para a Copa perceberam que os estereótipos negativos sobre a África do Sul não eram verdadeiros, e isso ainda faz o país se sentir bem. As emoções de um carnaval como a Copa são difíceis de bater.

BBC Brasil – Houve outros legados?

Alegi – O legado emocional foi importante de diferentes maneiras. Ele fez as pessoas sentirem um senso de unidade num país ainda muito dividido quanto a raças, classes e gêneros. Nos estádios sul-africanos, as pessoas cantam o hino abraçadas ou de mãos dadas, como nas igrejas. Num país onde o povo não tem muitas oportunidades de estar junto, a mágica do nacionalismo explodiu de uma maneira positiva.

Isso aconteceu só 16 anos após o apartheid. Sediar um evento bem sucedido fez com que os sul-africanos se sentissem muito orgulhosos.

O torneio também despertou sentimentos de panafricanismo. Por um ou dois meses, os sul-africanos se sentiram parte do continente africano. Isso foi encorajador, levando em conta os problemas do país com a xenofobia.

Getty Images

To read full article click here.

No Comments

No Comments

Leave a reply

Name *

Mail *

Website

counter